Fernanda Melchionna

 Do Rio Grande do Sul

Fernanda Melchionna nasceu em Alegrete (RS) e é graduada em biblioteconomia pela UFRGS. Possui pós-graduação em História do Brasil pela FAPA/RS. É bancária licenciada do Banrisul, banco público do RS. É uma militante, feminista, socialista e internacionalista. Começou sua atuação no movimento estudantil, ainda no ensino médio nas lutas contra as privatizações neoliberais do final dos anos 90 ainda no governo FHC. Já no movimento estudantil universitário, muito atuante na defesa da educação pública, de qualidade e popular, tornou-se coordenadora do DCE da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Identificada com o feminismo e com a necessidade da organização partidária, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores, mas logo deixou o partido quando expulsaram parlamentares como Luciana Genro, Babá, João Fontes e, na época, a senadora Heloísa Helena por votarem contra a reforma da Previdência no primeiro ano de governo Lula (2003). No mesmo ano, Fernanda ajudou a construir o Partido Socialismo e Liberdade.

Em 2008, Fernanda foi eleita para a Câmara de Vereadores da capital, junto com Pedro Ruas. Foi reeleita em 2012 e 2016. Naquele período de 10 anos, foi uma das referências na luta pelo transporte público de qualidade, em defesa da moradia digna, pelos direitos das mulheres e da leitura e da educação de qualidade. Em Porto Alegre, Fernanda ajudou a impedir o aumento de 75% dos vereadores da capital em 2011 e doou para instituições de caridade o aumento dos salários de vereadora de 2016 e 2017. É uma das autoras da ação na Justiça que baixou as passagens de ônibus em 2013 e 2016.

Em 2018, foi a mulher mais bem votada do Rio Grande do Sul para a Câmara Federal.

Saiba mais www.fernandapsol.com.br

 

Foto: Luis Macedo / CD

ImprimirEmail