Construir uma alternativa nas eleições 2018: conheça a resolução política da Conferência Eleitoral do PSOL

O PSOL aprovou, na Conferência Eleitoral, a chapa Guilherme Boulos e Sônia Guajajara como pré-candidatos do partido para as eleições presidenciais de 2018.

A decisão é resultado de um longo processo de debates junto a movimentos sociais como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), o Partido Comunista Brasileiro (PCB) e diversos outros setores da sociedade civil que compõem uma ampla aliança em prol de um novo projeto para o país.

A resolução que definiu a pré-candidatura reafirma a disposição do partido em construir uma alternativa socialista, popular e radical em 2018, ampliando o debate de reorganização da esquerda e tendo como uma das principais metas a revogação de medidas de Temer como a reforma trabalhista a terceirização irrestrita.

No texto, o PSOL também mostra qual será o perfil da candidatura: “esta aliança terá o desafio central de enfrentar a direita golpista, o ilegítimo governo Temer, a sanha predadora do capital financeiro, do agronegócio e dos monopólios, o fascismo de Bolsonaro, o conservadorismo fundamentalista. Esse combate a agenda do golpe marcará nosso perfil”.

Leia o texto completo da resolução clicando aqui

Do PSOL Nacional

ImprimirEmail