CPI da Carne Fraca deve ser instalada nos próximos dias

PSOL solicitou investigação em 2017, quando foi deflagrada a primeira fase da operação.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Carne Fraca, protocolada pelo PSOL em 2017, deve ser instalada nos próximos dias na Câmara dos Deputados. A informação foi confirmada pelo líder do PSOL, deputado Ivan Valente (SP), nesta terça-feira (06/03), ao final da reunião de líderes.

Ivan Valente cobrou do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a instalação da CPI, que está há quase um ano na lista. Em março do ano passado, quando o requerimento foi protocolado com 214 assinaturas, outros pedidos de CPI’s tiveram preferência da base aliada, e Maia não autorizou o início das investigações sobre a BR Foods. Na Câmara, cinco Comissões de Inquérito podem funcionar ao mesmo tempo. Atualmente, duas estão em funcionamento.

“O novo escândalo da BR Food mostra que todas as denúncias envolvendo fiscais, laboratórios, empresas e políticos na primeira fase da operação continuam impunes e são reincidentes. A investigação é imprescindível”, destaca Ivan Valente.

Ontem (5), foi deflagrada a 3ª fase da Operação Carne Fraca da Polícia Federal, que tem como alvo esquema de fraudes contra o Ministério da Agricultura supostamente praticados por empresas do grupo BRF – Sadia e Perdigão. Nas duas primeiras, em 2017, foi descoberto esquema de corrupção envolvendo fiscais do Ministério da Agricultura no Paraná e em outros estados – as sentenças desses casos devem sair ainda esse ano.

 

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

ImprimirEmail