Frente Suprapartidária por Eleições Diretas Já é lançada na Câmara

Ligado .

Não há solução que não seja a convocação de novas eleições e a saída de Michel Temer da Presidência.

Foi lançada na tarde desta quarta-feira (07/06) a Frente Parlamentar Suprapartidária por Eleições Diretas Já, na Câmara dos Deputados. A frente é encabeçada pelo PSOL, PDT, PCdoB, PT e PSB.

O líder do PSOL, deputado Glauber Braga (RJ), ressaltou a presença da bancada do partido – deputada Luiza Erundina (SP) e deputados Ivan Valente (SP), Edmilson Rodrigues (PA), Chico Alencar (RJ) e Jean Wyllys (RJ). “Não há solução que não seja a convocação de novas eleições e a saída de Michel Temer da Presidência. Convoco todos para a greve geral de 30 de junho”.

Luiz Araújo, presidente do PSOL, reafirmou a luta do PSOL contra os desmontes representados pelas reformas trabalhista e da Previdência. “Duas coisas muito importantes unem e constituem essa frente suprapartidária: a luta pela democracia e contra a retirada de direitos”, afirmou. “Não é possível reconstruir o país tirando direitos dos trabalhadores. E a forma mais segura para deter as reformas impopulares é submetê-las ao crivo do povo”.

Estiveram presentes representantes da Comissão Justiça e Paz da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (CNPT), Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Central Única dos Trabalhadores (CUT)  e União Nacional dos Estudantes (UNE). Também participaram parlamentares de outros partidos, como os senadores Roberto Requião (PMDB/PR) e Randolfe Rodrigues (Rede/AP).